Iluminação perfeita no casamento? Essas são as 10 melhores dicas

Ilumine bem esse momento incrível da sua vida

1

Você provavelmente já pensou no vestido de casamento dos sonhos, na casa de festas dos seus sonhos… Até no noivo dos seus sonhos. Mas você já parou para pensar na iluminação do casamento que vá de encontro com todo o seu sonho? Por conta disso que resolvi escrever as 10 melhores dicas para iluminação perfeita no casamento.

Mas, perfeito para quem? Para você, para seus convidados e para a fotografia, claro! 😀 Afinal, é isso que fica para todas as gerações, certo?!

De acordo com a decoradora Kah Oliveira, a iluminação interfere em 90% do seu trabalho quando o casamento é à noite: “Não adianta  ter uma decoração maravilhosa e não ter uma boa luz dos ambientes, peças e arranjos. Todo clima que a decoração quer transmitir passa por uma boa iluminação cênica”.

Sabe o que deixa o fotógrafo – aqui pelo menos – com os olhos brilhando?
Luz! Mas não é qualquer luz. Estou falando de uma luz equilibrada, que valorize os ambientes, que gere volume nas texturas, que complemente a proposta da decoração e que ajude a fotografia, bem como o pessoal do vídeo.

Provavelmente você não sabe o que atrapalha ou ajuda a fotografia, por conta disso que estou escrevendo esse texto. Vamos a nossa lista:

1 – Não da para começar a falar sobre iluminação se não for com a luz do astro rei. O sol é sem sombra de dúvidas a melhor luz. Mas é interessante saber que se for casar de manhã, em ambiente não coberto, o horário ideal é até às 11h. Se for casar à tarde, é melhor que seja à partir das 15h30. Nesses horários a luz do sol não está dura causando sombra nos olhos e castigando você e seus convidados.
Se você pretende escolher um horário entre o entardecer e o anoitecer, tenho uma dica valiosa para você: lembre o decorador de iluminar este ambiente com luzes de cima para baixo e não só aqueles focos pontuais de baixo para cima. A luz que vem de baixo é muito utilizada em filme de terror. Tenho certeza que você não quer isso para seu casamento.

1

2 – Se você pretende se casar em ambiente externo à noite, é bom que o local da cerimônia esteja bem iluminado. Não falo só de onde fica o casal e o celebrante. Onde os convidados ficam também é importante estar bem iluminado. As cenas que acontecem atrás do casal só poderão ser vistas pelos fotógrafos se tiver luz. Diferente do olho humano, uma câmera fotográfica não consegue “enxergar” o claro e o escuro ao mesmo tempo. A intensidade de luz tem de ser similar. Desta forma, se alguém importante para a noiva estiver emocionado na hora dos votos, por exemplo, ela não aparecerá numa foto que enquadre o casal e essa pessoa. Preocupe-se com a iluminação correta na cerimônia, onde as pessoas estejam iluminadas de forma homogênea.

1

3 – Luzes coloridas na cerimônia não fazem bem para a fotografia do seu casamento. As cores de luz vermelho, verde e azul aparecem bem quando a cerimônia é no mesmo lugar da festa. Na festa fica muito bacana, mas na cerimônia não combina tanto, além de refletir e deixar o tom de pele azul, vermelho e verde! Não, o Photoshop não resolve.

Geralmente o verde é utilizado para destacar alguma árvore ou vegetação, mas é bom que isso fique longe das pessoas. Caso contrário mancha a pele na hora das fotos.

Até mesmo o laranja se apontado para a parede prejudica e reflete nas pessoas.

Planejamento é palavra para utilização de luzes quando a cerimônia não é na igreja. E se eu for o seu fotógrafo, pode contar comigo para tirar suas dúvidas! 🙂 Afinal, ter a iluminação perfeita no casamento é algo que eu também anseio muito!

4 – Você sabia que muitas igrejas proíbem que joguem arroz? Pois é… Não só as igrejas. A maioria dos cerimoniais também não permitem esse costume milenar de jogar arroz sobre os noivos que é considerado uma forma de desejar saúde, riqueza e felicidade aos recém-casados.

Eu sou suspeito a falar, pois, adoro fazer fotos com o arroz, mas, como é raro por aqui, uma alternativa para isso é a luz dos SPARKLES que é um tipo de fogo de artifício muito parecido com velas de aniversário que soltam faíscas. Já fizemos muitas fotos memoráveis com esse recurso. E por que eu to falando de Sparkles? Porque é LUZ. Basta ter cuidado de levantar bem para não chegar perto do vestido e fica tudo lindo.

5 – Algo que deixa o clima do casamento super acolhedor é o varal de lâmpadas. A luz quente da um ar de simplicidade, mas sem perder o charme e o encanto. Hoje em dia é bem comum ver esse tipo de iluminação nos casamentos que fazemos, principalmente ao ar livre. Serve muito bem para cerimônias ao ar livre. Como são muitos volts, esse tipo de iluminação puxa muita energia. Por conta disso, já vi a energia cair em muitos casamentos que não tinham estrutura de rede elétrica para suportar a carga. Neste caso, é bom que a empresa que irá iluminar o casamento conheça antecipadamente o espaço para não ter surpresas desagradáveis.

Existe a opção de varais com lâmpadas incandescentes “dimerizáveis” que serve para deixar o ambiente mais escuro e as pessoas se soltarem na pista.

 

6 – Na pista, um tipo de luz que atrapalha MUITO a fotografia são os lasers usados pelos DJs, que além de deixar as fotos com os rostos das pessoas manchados, pode dar fim a vida útil de uma câmera digital queimando o sensor da mesma. Como precaução, quando tem lasers eu só fotografo de costas para ele. Obviamente isso prejudica o nosso trabalho enquanto contadores de história por perder um pouco da mobilidade. Mas, não temos  outra alternativa enquanto o laser estiver passando de um lado para o outro.

O strobo – aquele pisca pisca alucinante – é outra fonte de luz dispensável. Impossível fazer boas fotos enquanto ele permanece ligado. Claro que colabora para alguns momentos da dança, mas, para a fotografia não ajuda em nada.

Já o aqueles globos brilhantes ajuda bastante criando bons efeitos com moving head que é aquele canhão de luz que fica girando de um lado para o outro.

7 – Fairy Lights, Cortina de led ou microlâmpadas de LED lembram as luzes de pisca-pisca… No caso, sem piscar, é mais decorativo do que iluminação. Já fizemos casamentos que foi utilizado esse recurso na cerimônia e fica lindo! Da um ar bem romântico quando bem trabalhado. Já me perguntaram inclusive se não atrapalha as fotos e eu respondo aqui publicamente: definitivamente, AJUDA MUITO!

8 – Velas deixam o ambiente romântico, charmoso, bonito e de bom gosto. Com aquele clima a meia luz, deixa o ambiente propício a belas imagens. De onde eu escrevo – Vila Velha ES – não é tão comum em casamentos ao ar livre, provavelmente pela ventania do litoral que não deixaria as velas acesas. Vejo mais em casas fechadas.

A decoradora Kah Oliveira complementa, “Acho muito legal, desde que as velas estejam acesas. Geralmente a empresa de decoração termina o trabalho bem antes de começar a cerimônia ou a festa, e ai não podemos deixar a vela acesa quando terminamos. É preciso acender pouco antes de começar a cerimônia ou a festa. Em São Paulo e no Rio de Janeiro existem empresas especializadas em velas e isso ajuda para que a decoração fique incrível com brilho das velas”.

 9 – Essa dica é para algo que você NÃO DEVE PERMITIR no seu casamento. Foco de luz na direção do bolo com luz colorida – azul, vermelho, verde – e eu explico o porque agora. Geralmente o foco não fecha só no bolo e na hora das fotos protocolares/posadas, o casal fica ali na frente do bolo. Quando essas luzes coloridas se misturam com a tom de pele e vestido é um “Deus nos acuda”. Não fica visualmente bom e é prejudicial a fotografia do seu casamento.

Acredito que equilíbrio é a palavra para essa mesa. Focos de luzes específicos geralmente não conversa bem com a fotografia.

10 – E para complementar a todas as outras dicas: Contrate um bom profissional.

Você deve estar se perguntar: por que eu preciso de um designer de iluminação profissional?

Pelo mesmo motivo que você precisa de um profissional para fazer o vestido, de um florista, cerimonialista, músico, decorador, fotógrafo… Para que dê tudo certo.

Um profissional se certificará de realizar um levantamento do local com você para planejar bem o espaço. Conversar com você sobre a decoração que você já planejou e para garantir que você tenha capacidade elétrica suficiente para fazer o que deseja em matéria de luz.
Existem empresas especializadas em iluminação cênica que trabalham em conjunto com a empresa de decoração e isso ajuda muito a chegar ao resultado de uma iluminação perfeita no casamento.

 

 

O projeto de iluminação deve estar alinhado com o espaço do casamento e o restante do projeto de decoração. Um profissional irá garantir que tudo seja coeso. Seu designer de iluminação irá garantir que você tenha um plano e que inclua todos os dimmers, controladores e programas que você precisa para transição de momentos ao longo da noite perfeitamente.

Este profissional trabalhará com seus outros fornecedores, como seu fotógrafo, cinegrafista e cerimonialista para ter certeza de que você tem a melhor iluminação para todas as atividades da noite. Dessa forma, tornando tudo ainda mais inesquecível.

Tem coisas que parecem bem simples no casamento, mas que na hora do vamos ver bate um desespero nas noivas. Estou falando do lugar do ensaio pré ou pós casamento. Por conta disso eu escrevi o eBook, As 12 melhores cidades para ensaios externos – ES, nele falo sobre 12 cidades e 35 locais onde você poderá fazer seu ensaio. Ou seja, você já pode ir pensando no local antecipadamente.

Baixar gratuitamente

Espero que goste do eBook e se você não leu ainda o primeiro artigo dessa série que fala sobre como encontrar o fotógrafo ideal do seu casamento, recomendo a leitura 😉

Abraços e até a próxima.