qual câmera comprar, qual a melhor câmera pra comprar?, câmera com controles manuais, mirrorless, dslr, Câmera compacta, Câmera Prossumer, Câmera Bridge, Câmera Semi Profissional, Não Sei qual câmera comprar

Resolvi escrever este artigo pois esta é uma pergunta que me fazem quase que toda semana.

E realmente, hoje existe uma infinidade de dispositivos que fotografam, o que gera muitas dúvidas nos aspirantes a fotógrafos que querem adquirir uma câmera.

Vou direcionar a pessoas que fariam o meu curso de fotografia para iniciantes, que é quem geralmente me pergunta qual câmera deve comprar, e classificar em quatro tipos de câmeras: Compactas, Prosumers, Mirrorless e DSLR.

Quando me fazem esta pergunta eu sempre retorno com outras duas perguntas:

Qual a motivação da sua compra e até quanto você está disposto (a) a investir?

A partir da resposta direciono a pessoa para uma determinada classificação da câmera que se enquadra naquele valor que ela tem para investir e no motivo que a leva a querer aprender a fotografar.

qual câmera comprar, qual a melhor câmera pra comprar?, câmera com controles manuais, mirrorless, dslr, Câmera compacta, Câmera Prossumer, Câmera Bridge, Câmera Semi Profissional, Não Sei qual câmera comprar

Quando se quer um investimento relativamente baixo (entre R$ 500 e R$ 1500,00) e uma câmera para praticar melhor o hobby, usar em viagens e afins, uma das opções é uma compacta com opção de controles manuais, entregando também boa qualidade de imagem num todo.

A opção de controle manual é extremamente importante para quem quer construir a sua fotografia sozinho, regulando todas as variáveis, como Abertura do diafragma, Velocidade do obturador e ISO.

Dois bons exemplos de compacta com controles manuais são:

Canon S120
Tem 12.1MP, tela de 3”, Filma em Full HD em até 60fps. É uma câmera mais avançada que as point and shots comuns e menos evoluída que as prosumers, que são a próxima categoria que vamos falar.

E a Nikon Coolpix P330 que tem características bem parecidas com a Canon S120.

Prós: transporte, discrição, controles manuais

Contra: limitações técnicas como não poder trocar de lente, preço similar a uma prosumer boa ou uma DSLR de entrada, sensor muito pequeno o que não gera uma imagem tão boa frente a uma câmera dslr na mesma faixa de valor.

qual câmera comprar, qual a melhor câmera pra comprar?, câmera com controles manuais, mirrorless, dslr, Câmera compacta, Câmera Prossumer, Câmera Bridge, Câmera Semi Profissional, Não Sei qual câmera comprar

Também chamadas de bridge, superzoom ou semi-profissional, estas câmeras são a alegria de muita gente quando o assunto é zooooooom. Com lentes suficientemente poderosas para fotografar a lua em detalhe, esse é um dos grandes atrativos das câmeras desta categoria.

Além das lentes mais poderosas, as baterias tem duração e seu corpo também leva vantagem em relação as câmeras compactas

Este tipo de câmera pode ser indicado para quem quer usar em viagem e não está disposto a gastar muito mais do que se paga na câmera, pois, quem compra não terá custo com lentes, por exemplo.

Nesta categoria, diversos fabricantes tem câmeras boas para todo tipo de bolso (entre R$ 600 e R$ 2000):

Nikon
Coolpix P600/P610
16,1MP | 60x zoom | LCD móvel de 3” | wifi | Filma em Full HD – 1080p | R$ 1600 à R$ 2000

Fujifilm
FinePix s4080
14MP | 30x zoom | LCD 3” | Filma em HD – 720p | R$ 850 à R$ 1200

Canon
SX50 ou SX60
12.1MP | 60x zoom | LCD móvel de 2.8” | Filma em Full HD – 1080p | R$ 1600 à R$ 2000

Sony
DSC – HX300
20 MP | 50x zoom | LCD móvel de 3” | Filma em Full HD – 1080p | R$ 1600 à R$ 2000

Prós: Zoooooommm potente, controles manuais, preços mais acessíveis que compactas avançadas como as que citei na categoria anterior.

Contras: limitações técnicas na abertura do diafragma, limitação da nitidez das imagens em sua resolução máxima, não são lá tão discretas e seu tamanho é pouco menor que uma DSLR.

qual câmera comprar, qual a melhor câmera pra comprar?, câmera com controles manuais, mirrorless, dslr, Câmera compacta, Câmera Prossumer, Câmera Bridge, Câmera Semi Profissional, Não Sei qual câmera comprar

Numa câmera DSLR, você olha pelo viewfinder analógico e vê exatamente o que a luz está iluminando, através da lente, refletido por espelhos e um pentaprisma.

Ao pé da letra, Mirrorless quer dizer “sem espelho”, e é exatamente assim que esta categoria de câmera é.

Com a ausência do espelho, as Mirroless ficam bem menores em relação a uma DSLR, e consequetemente fica sem um viewfinder analógico. Ou seja, a visualização do que a lente está vendo se dá somente através do LCD da câmera ou de viewfinder digital.

Esta categoria de câmera entrega uma qualidade de imagem impressionante por ter sensores maiores que os das compactas e prosumers. Além disso grande parte das mirrorless tem a opção de ter lentes intercambiáveis.

Existem opções de mirrorless para todo tipo de gosto e bolso.

Os principais fabricantes de câmeras tem sua linha de mirrorless e vou destacar algumas a baixo:

Fujifilm X-M1
16MP |  LCD 3” | Filma em Full HD – 1080p | à partir de R$ 1600 só o corpo da câmera e à partir de R$ 2600 com lente 16-50mm f/3.5-5.6
 
Sony Alpha A6000
25.3MP |  LCD 3” | Filma em Full HD – 1080p | à partir de R$ 4500 só o corpo da câmera

 

Sony NEX F3K
16MP |  LCD 3” | Filma em Full HD – 1080p | à partir de R$ 2000 com lente 18-55mm f/3.5-5.6 à partir de R$ 2000

Nesta categoria também existem diversas outras câmeras excelentes e lindíssimas como a X-M1, mas os valores, assim como o da A6000, chegam no Brasil quase que impraticáveis por conta da ineficiência do Real frente ao Dólar, o que é uma pena para quem deseja fotografar com este tipo de câmera.

Prós: Existe muitas vantagens para quem está disposto a comprar uma Mirrorless, vou enumerar algumas que considero principais: pequenas, leves, entregam uma qualidade de imagem fantástica por conta da tecnologia de ponta.

Contras: Disparado o preço tanto das câmeras quanto das lentes quando chegam no Brasil. 

Então, para finalizar, vamos falar um pouco das DSLR’s, também conhecidas como “câmeras profissionais”.

DSLR quer dizer digital single lens reflex, ou que em uma tradução livre seria “câmera digital de reflexo por uma lente”.

As DSLR’s são câmeras que possuem como uma das suas principais características a possibilidade da troca de lentes, o que com o tempo pode deixar o seu hobby cada vez mais oneroso. Entretanto, se o seu objetivo é ser fotógrafo profissional, não tem pra onde correr, este é o seu principal caminho por enquanto.

Esse segmento de câmera também tem tipos e tipos. Por conta disso vou criar três subcategorias para ficar mais claro: Entrada, Intermediário, Profissional

– As DSLR’s de entrada são as mais acessíveis, financeiramente falando, e tem o melhor custo X benefício para quem quer começar a fotografar e ter controle absoluto sobre as fotos que irá construir.

Marcas e modelos

Aqui a quantidade de fabricantes diminuem e a fatia maior do mercado fica entre Canon e Nikon. Pra muitos usuários das duas marcas, isso é como religião, ou como time de futebol, ou como Mac x Windows, Android x IOS. Eu considero apenas ferramentas. Se atende as minhas necessidades e cabe no meu bolso, está de bom tamanho.

A Canon tem um bom modelo de DSLR de entrada, que é a Rebel EOS T5. Ela vem com uma lente 18-55mm f/3.5-5.6 e o valor está entre R$ 1500 e R$ 1800.

A primeira câmera da Nikon a fazer frente com a Canon T5 é a Nikon D3300, que custa a partir de R$ 2000, com uma lente 18-55mm f/3.5-5.6.

Mas, se levado em consideração a qualidade de recursos que cada uma tem, a Nikon D3300 da um baile na Rebel EOS T5.

A câmera de entrada da Canon que chega perto da D3300 da Nikon é a Canon T5i. Mas ainda assim não é o suficiente para bater a D3300. Além disso o valor da Canon T5i é superior ao da Nikon.

Se o assunto for câmera intermediária, a Canon tem a EOS 60D e a Nikon D5200. A Nikon novamente leva vantagem no valor mais em conta e na qualidade de imagem. Os valores variam entre R$ 2900 e R$ 3800.

Quando falamos de câmeras “profissionais”, a coisa fica ainda mais cara, começando em R$ 4600, numa Nikon D7200.

A Nikon leva vantagem no corpo das câmeras, mas as lentes Canon tem um valor um pouco menor no geral.

E depois disso tudo, imagino que você deve estar se perguntando, “mas, Ueliton, qual devo comprar?”. A resposta é simples: a que cabe no seu bolso, dentro daquilo que você pretende fazer com elas.

A maioria dos valores que citei acima são baseados em cotações do Mercado Livre. Em lojas físicas, no Shopping ou ecommerce’s, os valores de acordo com os modelos mencionados podem ser maiores, muito maiores no caso dos Shopping’s, ou menores de acordo com o que vai acontecer com a economia do Brasil daqui pra frente. Oremos! 🙂

O texto acabou ficando “longão”, mas, acredite, fui sucinto e resumi ao máximo =D

Se ainda assim restar dúvidas, escreva ai nos comentários que tentarei te ajudar na escolha.

Caso, após adquirir a sua câmera com controles manuais, tenha interesse de estudar fotografia conosco, não deixe de conferir o nosso curso de fotografia para iniciantes 😉